Em quase 1.300 quilômetros de pura adrenalina, roteiro explora sertão nordestino

Chegou a hora dos apaixonados por off-road conhecerem os detalhes do roteiro para as motos no Rally Cerapió 2016. A 29ª edição da competição de regularidade, que será realizada entre os dias 25 e 30 de janeiro, traz trilhas mais técnicas, com muitos laços ou balaios ao longo do percurso, e promete ser mais difícil, mesmo para os pilotos mais experientes. O roteiro entre Maranguape (CE) e Teresina (PI) tem aproximadamente 1.300 quilômetros, dos quais grande parte exigirá habilidade de navegação.

- Confira a galeria de fotos de 2015

O evento também abrirá oficialmente o Campeonato Brasileiro de Enduro de Regularidade, da Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM). O levantamento feito por Edimilson Campos, diretor de provas das motos, durou 13 dias e será válido para todas as categorias: Master, Sênior, Executivo, Over 40, Over 50, Over 55, Júnior e Novato. 

“O grande desafio desta edição é o tamanho do percurso. O roteiro tem aproximadamente 1.300 quilômetros. Além disso, procuramos valorizar muito mais a capacidade técnica dos pilotos. Novos laços e balaios, que serão muitos em 2016, vão exigir bastante navegação e atenção dos competidores. Como abriremos o Brasileiro, a exigência e o grau de dificuldade também serão dobrados”, explica Edimilson.

A prova terá quatro dias de duração e passará por cidades como Maranguape, Crateús e Quixadá, no Ceará, e Picos, Ipiranga e Teresina, no Piauí. Desafiando os pilotos, o levantamento mostrou uma enorme diversidade de terrenos durante a prova, como estradinhas com pedras, cascalhos, terra e areia fofa. 

Como recompensa, os competidores terão paisagens exuberantes e lugares históricos em vários pontos, verdadeiros cartões postais. O Baixão dos Ribeiros, povoado a 60 quilômetros de Teresina (PI), lembrará a passagem da Coluna Prestes pela região, movimento importante para a história política do Brasil, uma verdadeira aula de história. Isso tudo sem contar os trechos de barro vermelho, serras, fazendas e plantações, que apimentam as disputas da passagem da prova pelo sertão nordestino.

Além da realização das provas, a organização do evento busca prestigiar as cidades por onde os pilotos e suas equipes passarão. Por isso, nos dois dias que antecedem a largada, 25 e 26 de janeiro, o público poderá visitar uma feira de artesanato e produtos típicos dos municípios, no estacionamento externo do Shopping Iguatemi Fortaleza, na capital cearense, a partir das 9h. Os patrocinadores também estarão presentes com estandes e expositores.

 

Confira como será cada dia para as provas das motos


1º DIA – 27/01 | Maranguape (CE) – Quixadá (CE) | 215 km 
No primeiro dia, trilhas rápidas e subidas com cotovelos que requerem bastante técnica. Após o primeiro neutro, os competidores seguirão para a região da cidade de Palmácia, com trilhas e estradas abandonadas rumo a Buturité, onde será o segundo neutro. Daí em diante, os pilotos adentram o sertão nordestino definitivamente e o cascalho e a areia predominam. 

2º DIA – 28/01 | Quixadá (CE) – Iguatu (CE) | 248 km 
Na saída próxima a Quixadá haverá um roteiro com bastante cascalho, areia e vale de rios secos, com laços e bastante navegação. Após o primeiro neutro, passando pelo açude Banabuiú, os pilotos enfrentarão trechos com muitas pedras soltas e erosões. Após o segundo neutro, no final do dia, muitos corredores de cerca em uma região de pastagens de gado, no entorno do açude de Orós, até a chegada em Iguatu.

3º DIA – 29/01 | Iguatu (CE) - Picos (PI) | 392 km
Os pilotos passarão por uma região muito árida e quente. Com solo cheio de pedras e areia, a trilha de São Sebastião será o ponto forte do dia, além de contar com uma descida íngreme, quando a técnica de pilotagem será importante. O percurso se completa com estradas abandonadas, carroçais e becos de cercas, sem contar os muitos laços e balaios previstos para esta edição.

4º DIA – 29/01 | Picos (PI) – Teresina (PI) | 435 km – O último dia será o mais longo de todos, além de ser o mais técnico. Haverá uma forte sequência de trilhas subindo e descendo, ao longo de 60 quilômetros, com pedras soltas, cascalhos, degraus, areia e corredores de pedra. Mais adiante, estradas carroçais com muita areia fofa eestradas sinuosas com um piso de cascalho, perfeitas para a pilotagem off road. O último trecho exigirá muita navegação e marcará a 29ª edição. A chegada será na Av. Raul Lopes, na Ponte Estaiada, em Teresina, onde todos receberão medalhas de participação.


VIPCOMM
Assessoria de imprensa do Rally Cerapió 2016
Sala de imprensa: www.vipcomm.com.br/cliente/cerapio2016
Tel: (11) 3893-1010

Notícias mais recentes

02/11/2018
Cearense de Rally Team vem com 13 veículos para o Rally Piocerá 2019
26/10/2018
Prova de bikes do Rally Piocerá desafia atletas de diversas categorias
23/10/2018
Participantes de 21 estados mais o Distrito Federal já estão confirmados no Rally Piocerá 2019
10/10/2018
Começa o levantamento dos trechos do Rally Piocerá 2019
04/10/2018
Rally Piocerá tem novidades para edição de 2019