O primeiro dia da prova de motos do Cerapió foi cheio de surpresas, principalmente para o piloto Francisco Guedes (CE), que corre na categoria Júnior e que conclui a prova sem navegação, item vital para o competidor. Depois de concluir a primeira etapa com precisão e euforia, Francisco terminou o primeiro dia de prova apenas “para curtir a paisagem e relaxar”, como mesmo disse, pois o rastro totem do piloto cearense ficou sem bateria na metade da prova ficando, deixando-o sem aferição. Francisco, que é um dos favoritos ao pódio, em sua categoria, vai tentar recuperar a pontuação nos próximos dias de prova.

Primeiro piloto a entrar na trilha, Emerson Loth, o Bombadinho, esbarrou numa porteira e caiu. “Quase quebrei o punho, mas no final deu tudo certo e acredito que tenha feito uma boa prova”, acrescentou.  A chegada à serra do Juá exigiu muito das motos e dos pilotos técnica e preparo físico. “Quem teve braço e uma moto boa passou bem, mas a prova foi extremamente técnica em alguns trechos e light em outros”, acrescentou.

Outros pilotos como, Nilson Júnior, da categoria Sênior, o trecho não foi tão pesado como o esperado, mas nem por isso a trilha deixou de ter o nível técnico que todos imaginavam. Já a alta temperatura na região causou desconforto aos competidores. A sensação térmica foi de mais de 40 graus. “Foi um pouco desgastante por causa do calor, tive que me hidratar bastante, mais a trilha em si não foi tão pesado quanto pensávamos”, destacou.

A prova, no primeiro dia, durou onze horas. Os primeiros pilotos saíram de Fortaleza às 6 horas. Passaram pelas cidades de Pentecostes, Itapipoca, Amontada e Marco e começaram a chegar por volta das 3 horas da tarde, em Jijoca de Jericoacoara. Amanhã a prova larga de jijoca de Jericoacoara em direção a Viçosa.

 

O Rally Cerapió teve patrocínio da Caixa, e Ipiranga; co patrocínio: Governo do Estado do Ceará, Governo do Estado do Maranhão, Governo do Estado do Piauí e Honda; apoio: Michelin, Houston Bike, Prefeitura de Fortaleza; colaboração: Shopping Iguatemi, UCI Cinemas, Gran Solare Lençóis Resort, Prefeitura de Jijoca de Jericoacoara, Prefeitura de Viçosa do Ceará, Prefeitura de Tianguá, Prefeitura de Parnaíba e Prefeitura de Urbano Santos. Parceiros: Ótica Jockey, Sertão Games, Pag Contas, Sebrae e Lys Turismo. A supervisão é da Confederação Brasileira de Motociclismo, Confederação Brasileira de Automobilismo e Confederação Brasileira de Ciclismo e das federações de Motociclismo do Piauí, Maranhão e do Ceará e federações de Ciclismo do Piauí, Maranhão e do Ceará. 

Notícias mais recentes

02/11/2018
Cearense de Rally Team vem com 13 veículos para o Rally Piocerá 2019
26/10/2018
Prova de bikes do Rally Piocerá desafia atletas de diversas categorias
23/10/2018
Participantes de 21 estados mais o Distrito Federal já estão confirmados no Rally Piocerá 2019
10/10/2018
Começa o levantamento dos trechos do Rally Piocerá 2019
04/10/2018
Rally Piocerá tem novidades para edição de 2019