A história de aventura da família Lopes, de Teresina, Piauí, começou a ser desenhada em 2010 no Rally Cerapió, com a primeira participação do piloto de moto Lauro Rodolpho Soares Lopes, então na categoria novato. Dois anos depois, foi a vez da estreia do pai Lauro Lourival Lopes Filho, nos carros 4x4, competindo com seu sobrinho e navegador Mário Cristiano Lopes de Moura. E assim, a família inteira passou a fazer parte do evento, uma vez que a esposa e o sogro do Lauro (filho) também começaram a participar, no apoio do piloto. 

O pai Lauro Lourival participou pela primeira vez de um rali no Cerapió 2012, na categoria carro 4x4 turismo e não parou mais, embora sempre tenha gostado de participar de passeios, treinando a navegação em seu carro. Disputou o Piocerá deste ano e agora está garantido novamente no Cerapió 2014.  A dupla também passou a disputar provas do campeonato piauiense de enduro de regularidade, como o Enduro do Marvão, em 2012, e o Enduro Chapada do Corisco, este ano, conquistando a 2ª colocação na primeira e uma 4ª colocação na segunda prova.

Para o Cerapió, que acontecerá nos dias 26 de janeiro a 1º de fevereiro, envolvendo o Ceará, Piauí e Maranhão, a dupla formada por tio e sobrinho vai disputar a prova em um Troller T4; a meta é completar a prova inteira e também melhorar a colocação em relação às edições anteriores. “Já preparamos o carro com os equipamentos de navegação e segurança e já começamos a treinar em trilhas da nossa região. O roteiro será bem diferente dos anteriores, contemplando mais dificuldades”, prevê o piloto Lauro Lopes Filho. “O Cerapió a cada ano se torna mais profissional e de melhor qualidade, daí a grande presença de competidores nacionais e internacionais. A melhor parte do evento é a festa na chegada”, completa.

Embora a família Lopes esteja inscrita no Cerapió com três representantes, eles não estarão na mesma equipe. Lauro (filho) fará parte da equipe Off Rush, que contará somente com pilotos de moto das regiões Sudeste e Nordeste. Mas a união da família é um traço forte, tanto que pai e filho têm a mesma profissão, ambos são médicos dermatologistas. “Fiquei muito alegre com a conquista de um troféu por meu pai, assim como eu, no Enduro Chapada do Corisco, pelo campeonato piauiense de enduro”, disse Lauro Rodolpho. 

Além da esposa Karla Lopes e do sogro Eduardo Carvalho, Lauro sempre tem o apoio da filha mais velha Letícia, de três anos, ajudando o pai a levantar o troféu e agora da filha caçula de apenas nove meses, Laura Daniele. Desde sua estreia em 2010, Lauro  Rodolpho só não disputou o Piocerá 2011, devido a uma lesão no joelho direito. No Cerapió 2012, voltou na categoria Júnior de motos obtendo a 6ª colocação. Neste ano, em categoria mais competitiva, ele ficou na 13ª colocação. Mas a temporada de 2013 começou positiva para o piloto, afinal, faltando ainda uma etapa para o término do campeonato piauiense de enduro, Lauro já é praticamente o campeão piauiense sênior por antecipação, depois de já ter conquistado três vice campeonatos seguidos. “Venho investindo e treinando bastante, assim almejo o título da minha categoria no Cerapió 2014, mas se não for possível, estar entre os cinco primeiros colocados já será bem satisfatório", explica.

 

 

Márcia Cristina
aldeiapi@uol.com.br 

Notícias mais recentes

02/11/2018
Cearense de Rally Team vem com 13 veículos para o Rally Piocerá 2019
26/10/2018
Prova de bikes do Rally Piocerá desafia atletas de diversas categorias
23/10/2018
Participantes de 21 estados mais o Distrito Federal já estão confirmados no Rally Piocerá 2019
10/10/2018
Começa o levantamento dos trechos do Rally Piocerá 2019
04/10/2018
Rally Piocerá tem novidades para edição de 2019